Qual o momento certo para procurar por uma Casa de Repouso?

A SeniorOnline oferece as orientações adequadas para a tomada de decisão assertiva e segura

Optar por uma casa de repouso é uma decisão que envolve aspectos sentimentais e financeiros e, neste momento, a razão e a emoção se confundem, tornando ainda mais complexa a tomada de decisão. Além disso, entra também a alteração da rotina, um processo que requer adaptação por parte do idoso como também da família. Desta forma, quando o cuidado em casa já não é suficiente para manter a qualidade de vida do idoso, mais do que uma opção, procurar por uma instituição é necessário.

“Ter rotina, alimentação na hora certa e uma casa com uma atenção especial para o asseio ajuda, mas não resolve”, afirma Paula Gomes Loyola, diretora da SeniorOnline e especialista em Gestão Geriátrica pela Business School Barcelona (EADA). “A família deve passar pela fase de cuidar do idoso, mas não pode ultrapassar a linha de não conseguir oferecer um atendimento de qualidade e essa é a grande chave. Em um ambiente que possui uma equipe multiprofissional, são diversas experiências que atendem cada viés necessário”.

Assim, para compreender o momento certo da escolha é preciso estar atento a dois fatores: a vontade do idoso e as necessidades diárias e limitações que ele possui. No primeiro caso, quando o companheiro ou companheira já faleceu e muitas das atividades sociais são reduzidas, as casas surgem como alternativa para diminuir o sentimento de solidão. “Esse dia a dia de tomar café e almoçar sozinho pode ser muito cruel. Então quando o idoso percebe isso, acaba indo atrás de alternativas, que pode ser um centro de atividades ou a institucionalização”, afirma Loyola.

Por outro lado, a qualidade de vida oferecida em casa também é um fator a ser observado. Fases de início da demência ou em casos de doenças súbitas, como Acidente Vascular Cerebral (AVC) representam que o momento é de buscar ajuda. “É comum pensar que o fato de não tirar a pessoa de casa significa que ela está bem atendida, mas isso não é verdade. Em casa, o idoso acaba sendo mais resistente, então muitas vezes não se alimenta ou faz uma higiene correta. Assim, o excesso de espera também se torna prejudicial”, explica.

Nestes casos, procurar informações sobre funcionamento e outras características pode, inclusive, ajudar a antecipar a decisão por um lar. “Como é uma coisa nova, é comum ter dificuldade de se pensar sobre o assunto, ampliar a busca ou saber o que se quer. A disponibilização de informações ajuda a entender mais sobre esse universo e ter um olhar mais conhecedor do assunto no momento em que ele for escolher uma casa”, afirma a diretora da plataforma.

Para isso, o site de busca especializado, como a SeniorOnline, ajuda a compreender melhor quanto as estruturas, serviços oferecidos, além de aspectos gerais como limpeza, equipe, refeições e atendimento de cada instituição. “Essas percepções vão formando esse olhar da entrega de valor que a família está procurando. A informação somada à facilidade de filtros de busca, por exemplo, faz com que a decisão seja mais assertiva”, conclui.

plugins premium WordPress