Qual a dieta mais adequada ao idoso acamado?

O Dia da Saúde e Nutrição, celebrado em 31 de março, faz parte do calendário oficial do Ministério da Saúde e visa conscientizar a população sobre a importância da saúde e da boa alimentação. Quando o assunto são pessoas idosas e acamadas, a relevância de colocar esse tema em pauta se torna ainda maior. Pensando nisso, a SeniorOnline desenvolveu este artigo que te ajudará a entender qual a dieta mais adequada ao idoso acamado. Ah, se você tem um familiar nessa situação, lembre-se de seguir o nosso perfil nas redes sociais para continuar recebendo orientações de como cuidar de seu ente querido!

Então vamos lá responder: qual a dieta mais adequada ao idoso acamado?

Determinar o tipo de dieta ideal para um idoso em convalescença não é uma decisão fácil. Por isso, primeiramente, é preciso compreender que a dieta adequada a um idoso acamado depende do estado nutricional da pessoa, das doenças pré-existentes, dos hábitos e preferências alimentares, da quantidade de dentes, da qualidade bucal (gengiva, língua e bochechas) e do aparelho digestivo, bem como do meio de entrada do alimento (pela boca ou por sonda).

Portanto, não se pode falar numa padronização da alimentação para idosos acamados. Somente com a análise combinada desses fatores é possível elaborar a dieta ideal para cada pessoa. Apesar dessas especificidades, já foi amplamente convencionado que uma alimentação é considerada saudável quando abrange a ingestão de carne, leite, frutas, legumes e verduras, cereais (arroz, aveia, milho, etc.), tubérculos e raízes (batata, mandioca, inhame, etc.), feijões (ervilha, lentilha, grão-de-bico, feijões de todos os tipos), entre outros alimentos que combinem vitaminas, sais minerais, proteínas e carboidratos.

Aqui, vale soltar a imaginação e pensar em combinações. Mingaus, sucos, purês, vitaminas de frutas, sopas, vísceras animais (como fígado), feijões cozinhados com uma beterraba e carne ou mesmo cenoura ralada no arroz podem ser algumas sugestões, contudo, as possibilidades são realmente infinitas.

Lembre-se: a apresentação dos alimentos também importa

Muitos idosos acamados ficam com o apetite e o paladar comprometidos devido à condição, por isso, tão importante quanto oferecer uma dieta variada e rica, é a maneira como esta será apresentada.

Tornar o alimento visualmente atraente, com cores diversificadas, por exemplo, é uma técnica bastante eficaz para incentivar uma alimentação adequada e completa. Outra dica é criar experiências prazerosas nos momentos das refeições. Para isso, os familiares podem iniciar o hábito de adaptar a alimentação de todos para que a pessoa idosa acamada não se sinta excluída.

Há muitas pessoas acamadas usando sonda. Quais os cuidados nesses casos?

Nutrição enteral é o nome que se dá a um tipo de tratamento destinado a indivíduos que não podem ou não conseguem se alimentar totalmente pela boca e, por isso, recebem a alimentação por meio de tubos ou sondas flexíveis. Devido a essa condição, os alimentos devem ser administrados em forma líquida para fornecer todos os nutrientes necessários.

Quando o assunto é nutrição enteral, os fatores que mais exigem atenção são manutenção, controle do fluxo de alimento e higienização da sonda. No caso de o paciente possuir gastrostomia, ou seja, abertura criada no estômago para a parede do abdome, alguns dos cuidados são:

  • Lavar bem as mãos antes e depois de tocar a área;
  • Usar água morna e sabão para limpar em volta do local sempre que necessário;
  • Limpar todas as áreas crostosas na pele ao redor e sobre o tubo;
  • Manter a região sempre seca após a higienização;
  • Passar pomada antibiótica na região, caso haja vermelhidão ou machucados.

Fórmulas artesanais (caseiras) ou industrializadas?

A dieta usada na nutrição enteral pode ser industrializada ou artesanal. Entretanto, em geral, as fórmulas industrializadas são as mais indicadas por possibilitarem controle da composição nutricional, maior absorção e menor risco de contaminações microbiológicas (situação mais favorável em fórmulas preparadas manualmente).

É necessário algum cuidado especial para dar comida ao idoso acamado?

Sim! A posição da pessoa ao receber a alimentação é fundamental. Jamais deixe uma pessoa acamada se alimentar deitada, opte por acomodá-la em posição sentada para evitar que o alimento vá para o pulmão e não para o estômago. Além disso, mantenha-a nessa posição, e em segurança, por pelo menos 30 minutos após se alimentar ou ingerir qualquer líquido.

Importante!

Ainda que haja muita boa vontade e atenção por parte dos familiares, a alimentação do idoso acamado deve ser orientada por uma equipe multidisciplinar composta por médicos, nutricionistas, enfermeiros e fonoaudiólogos.

Você não precisa enfrentar o desafio de cuidar de idosos acamados sozinho(a). Conte com a SeniorOnline e encontre o lugar ideal para o seu familiar!

A SeniorOnline surgiu com o propósito de ajudar e facilitar o delicado momento de encontrar um residencial para Idosos, uma casa de repouso ou um lar para Idosos que ofereça todos os cuidados necessários ao seu familiar. Para obter mais informações, navegue pela nossa plataforma gratuita ou entre em contato conosco. Nossa prioridade é a qualidade da sua experiência ao longo desse processo!

plugins premium WordPress