O Alzheimer tem cura?

O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa progressiva que afeta milhões de pessoas no mundo. Perda frequente da memória de curto prazo, mudanças de humor, falta de atenção e irritabilidade são alguns dos sintomas iniciais do Alzheimer que devem ser observados para garantir um diagnóstico tão logo seja possível e, assim, iniciar o tratamento adequado. Mas será que o Alzheimer tem cura? Confira esse artigo da SeniorOnline na íntegra e descubra!

Cura do Alzheimer: é possível?

Inúmeros estudos estão sendo feitos pela comunidade científica em busca de soluções, contudo, o Alzheimer ainda não tem cura, ou seja, os danos causados vão se desenvolvendo com o tempo, de forma irreversível. Por outro lado, com os avanços das descobertas científicas, os tratamentos disponíveis permitem retardar a evolução da doença e melhorar o bem-estar do paciente.

Então quais são as possibilidades de tratamento do Alzheimer?

Em geral, o tratamento do Alzheimer visa a melhorar temporariamente os sintomas de demência, como ocorre em medicamentos que atuam diretamente na capacidade cognitiva e que podem, por exemplo, ser associados a antidepressivos e ansiolíticos. Para tanto, recomenda-se buscar auxílio de especialistas e realizar a devida investigação clínica.

Outra alternativa envolve mudanças no estilo de vida, a começar por uma alimentação equilibrada e com ingestão de vitaminas importantes para a cognição. Atividades manuais, de socialização e de estímulo ao cérebro também podem ser combinadas.

Para estimular o cérebro e auxiliar nas principais dificuldades decorrentes do Alzheimer, é importante manter um acompanhamento periódico com geriatras, psicoterapeutas, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. Esse trabalho integrado dos profissionais de saúde costuma ser bastante eficaz e fará muita diferença na qualidade de vida do idoso e de seus familiares.

Novidades científicas para a cura do Alzheimer

Inúmeros estudos estão sendo feitos pela comunidade científica em busca de soluções. Entre as descobertas que ganham maior destaque estão a utilização de células tronco, além de um medicamento indicado para o tratamento da asma e também de hormônios.

Outra alternativa bastante promissora e já realizada no Brasil se trata da cirurgia de estimulação cerebral profunda na qual um eletrodo neuroestimulante é implantado no cérebro do paciente com Alzheimer a fim de estabilizar e até regredir alguns dos sintomas da doença.

Cuidados específicos ao idoso com Alzheimer

Nos primeiros estágios é possível permitir que o idoso com Alzheimer fique em casa fazendo o tratamento, mas conforme os estágios da doença avança, o nível de cuidados pode ficar muito alto para quem estiver na responsabilidade do idoso. Para esses casos, a Casa de Repouso é um excelente lugar, afinal, o paciente terá todos os cuidados que precisa e a família poderá ficar tranquila e certa de que tudo estará sendo feito como determina o protocolo!

Conte com a SeniorOnline e encontre o lugar ideal para o seu familiar!

A SeniorOnline surgiu com o propósito de ajudar e facilitar o delicado momento de encontrar um residencial para Idosos, uma casa de repouso ou um lar para Idosos que ofereça todos os cuidados necessários ao seu familiar. Para obter mais informações, navegue pela nossa plataforma gratuita. Nossa prioridade é a qualidade da sua experiência ao longo desse processo!

plugins premium WordPress