Guia Prático para cuidar de um idoso acamado!

Cuidar de um idoso que ficou acamado, seja por causa de um acidente, seja em decorrência de uma doença crônica, como Alzheimer e Acidente Vascular Cerebral (AVC), exige muito carinho, atenção, dedicação e, claro, cuidados específicos para garantir uma boa qualidade de vida. Se você é familiar de um idoso nessa situação, continue a leitura desse Guia Prático e saiba o que você pode fazer para melhorar as condições de seu ente querido.

Quarto arejado e adaptado

O idoso acamado tende a passar a maior parte do tempo no quarto, por isso, deve-se investir ao máximo para que este local seja aconchegante, seguro e agradável. Além disso, o mobiliário precisa ser restrito ao mínimo necessário, sem tapetes e livres de enfeites que possam gerar alergias.

Cama com regulagem e proteção

As camas hospitalares com regulagem facilitam o correto posicionamento do idoso acamado no leito e as grades laterais de proteção podem servir como medida adicional de segurança, especialmente à noite e em casos de pacientes agitados. As capas impermeáveis para colchões também são indicadas, pois evitam consideravelmente a ocorrência de odores desagradáveis.

Cuidados de higiene

A higiene é um dos aspectos que aumentam o bem-estar, a autoestima e o humor da pessoa idosa. No entanto, esse momento tão aguardado na rotina do idoso acamado exige atenção para garantir a segurança e o conforto. É extremamente importante instalar grades de apoio no banheiro e piso antiderrapante, bem como manter as portas e janelas fechadas, verificar a temperatura da água e optar por produtos com pouco ou nenhum cheiro.

Cuidados com a pele

A higienização de quem está acamado é fundamental para evitar o acúmulo de sujeira, que pode acarretar bactérias, assaduras e micoses. Em idosos acamados, o uso de cremes hidratantes e a inspiração dos vapores d’água são recomendações cruciais na prevenção de problemas respiratórios.

Alimentação balanceada

A alimentação da pessoa acamada deve ser adaptada de acordo com os seus problemas de saúde. Nesse caso, o apoio de nutricionistas se torna imprescindível para determinar a dieta mais indicada – em geral, envolve produtos frescos e ricos em fibras e nutrientes. Além disso, lembre-se que a hidratação é tão importante quanto a alimentação. Portanto, ofereça água, sucos e vitaminas constantemente.

Exercícios físicos frequentes

Embora o idoso acamado não possa fazer exercícios físicos intensos, mantê-lo na imobilidade por muito tempo pode causar uma série de problemas de saúde, como atrofia, surgimento de escaras e, em casos mais graves, trombose. O ideal é contar com um fisioterapeuta, mas você também pode experimentar aplicar alguns exercícios simples: dobrar e esticar as pernas e os braços lentamente; abrir e fechar as mãos e fazer movimentos rotacionais com ombros e pescoço.

Visitas periódicas ao médico

Idosos acamados precisam ser acompanhados por um médico frequentemente para manter o check-up sempre em dia. No entanto, ao identificar febre superior a 38°C, feridas na pele ou na boca, urina ou fezes com sangue, diarreia ou prisão de ventre por mais de três dias, vômitos e dores intensas, leve o idoso imediatamente ao hospital ou pronto socorro mais próximo.

Transporte correto

Transportar idosos acamados exige bastante atenção, afinal, qualquer movimento mal executado pode comprometer ainda mais a saúde do paciente. Alguns equipamentos, a exemplo da cadeira de rodas, cadeiras de banho e guincho de transferência, podem facilitar esse trabalho.

Surgimento de escaras

As escaras, conhecidas como “úlcera de pressão”, consistem em lesões na pele decorrentes da pressão contínua em regiões de proeminência óssea. Bastante comuns em idosos acamados, as escaras podem ser evitadas ao promover a movimentação do paciente a cada duas horas, garantir uma boa hidratação da pele, com uso de hidratantes em regiões de maior risco de lesão, bem como oferecer nutrição adequada e oferta abundante de líquidos para manter a hidratação do corpo.

Cuidados adicionais de conforto

As mãos e os pés precisam estar sempre protegidos e agasalhados. Para alguns pacientes, o uso de luvas sem dedos pode evitar que se machuquem.

Saúde mental

Todos os cuidados mencionados são essenciais para uma pessoa acamada, porém, os familiares também precisam considerar a saúde mental dos pacientes, pois permanecer nessa situação de total dependência por um longo período pode trazer sérias complicações ao emocional da pessoa. Ler livros, promover a convivência com outras pessoas e estimular a realização de atividades manuais são algumas das opções.

 

Você não precisa enfrentar o desafio de cuidar de idosos acamados sozinho(a). Conte com a SeniorOnline e encontre o lugar ideal para o seu familiar!

A SeniorOnline surgiu com o propósito de ajudar e facilitar o delicado momento de encontrar um residencial para Idosos, uma casa de repouso ou um lar para Idosos que ofereça todos os cuidados necessários ao seu familiar. Para obter mais informações, navegue pela nossa plataforma gratuita ou entre em contato conosco. Nossa prioridade é a qualidade da sua experiência ao longo desse processo!

plugins premium WordPress