Como a SeniorOnline ajudou a dar voz durante a pandemia a um setor nunca ouvido pela sociedade!

Como a SeniorOnline ajudou a dar voz durante a pandemia a um setor nunca ouvido pela sociedade!
14 de setembro de 2020 SeniorOnline

Para evitar que tragédias acontecessem, mobilizamos casas de repouso, poderes públicos, imprensa e personalidades, garantindo que a opinião pública percebesse a importância de olhar para o setor com mais carinho e atenção

A pandemia do novo coronavírus chamou a atenção da sociedade para um cuidado ainda mais especial com os idosos, um dos principais grupos de risco da doença. Com isso, um setor nunca antes ouvido, especialmente no Brasil, começou a ganhar destaque em noticiários pelo mundo: era necessário proteger as casas de repouso para evitar que tragédias acontecessem.

Nós, da SeniorOnline, sabíamos disso desde o início da pandemia. Eu trabalho com idosos há mais de 20 anos. Na verdade, toda minha vida foi dedicada para este público. Eu conheço as fragilidades de quem está na terceira idade, assim como tenho noção das dificuldades desse setor. Por isso, com a Covid-19, nós sabíamos que seria necessário dar voz a um segmento que nunca foi ouvido de maneira séria pela sociedade.

ESTÁ PROCURANDO POR UMA CASA DE REPOUSO PARA O SEU FAMILIAR? ENTÃO CLIQUE AQUI E CONHEÇA OS LARES CADASTRADOS EM NOSSA PLATAFORMA!

Começamos sozinhos, logo no início da quarentena em março, tentando chamar a atenção para o problema através de canais de imprensa, que foram grandes parceiros em toda a nossa caminhada dos últimos meses. Nosso principal argumento: a garantia do fornecimento de EPI’s a um custo justo (já que o valor desses produtos aumentou de forma absurda durante a pandemia) e os testes rápidos do coronavírus. Mas logo vimos que não seria suficiente. Para dar voz ao setor, percebemos que era necessário dar som a essa voz.

Iniciamos um movimento de mobilização das casas de repouso em Curitiba, uma união inédita. Desenvolvemos um manifesto, apresentamos aos poderes públicos e mais uma vez contamos com a ajuda dos nossos amigos jornalistas para ampliar o alcance da informação e aumentar a pressão da opinião pública em torno da resolução daquilo que estávamos pedindo. Além disso, usamos os canais da SeniorOnline como um catalisador desses conteúdos.

A estratégia deu certo. As casas de repouso conseguiram comprar os EPI’s a preços justos e a promotoria do Ministério Público, em parceria com a Prefeitura de Curitiba, vem promovendo a testagem de funcionários e hóspedes dos lares, garantindo assim uma segurança maior para as milhares de pessoas que atuam neste setor e evitando que tragédias como vimos na Europa e nos Estados Unidos acontecessem por aqui.

NÃO PARAMOS POR AÍ

Assim que “terminamos” essa primeira campanha, nossa intenção era voltar a focar na SeniorOnline como plataforma de pesquisa de casas de repouso. Afinal, essa é a essência do nosso projeto. Mas, como diz o ditado, o dever nos chama. Percebemos que a situação de 26 lares de Curitiba e região era precária e, em breve, uma tragédia poderia acontecer. Faltavam equipamentos de proteção, funcionários e até alimentos.

Nos mobilizamos novamente, agora com a parceria das Promotorias de Justiça de Proteção à Pessoa Idosa e da empresa Cuidar e Companhia, e lançamos no final de julho a campanha Proteja os Idosos: eram 12 dias para arrecadar R$ 37.500 e ajudar 320 idosos. Contamos com a ajuda de figuras conhecidas como o ator Alexandre Nero, a atriz Rosana Stavis, o musicista Derico Sciotti, o músico Glauco Solter e a jornalistas Thays Beleze, que divulgaram o projeto para sua rede de seguidores.

O resultado não poderia ter sido melhor: ultrapassamos a meta e arrecadamos mais de R$ 43 mil. Foram 26 lares participantes, 237 funcionários e 320 idosos que receberam 22 mil máscaras descartáveis, álcool em gel, aventais descartáveis, escudos, luvas e alimentos da cesta básica!

NÃO FOI O SUFICIENTE (E NUNCA SERÁ)

Sentimos um orgulho muito grande de a SeniorOnline ter liderado movimentos que, no final das contas, ajudaram efetivamente a preservar vidas. No entanto, sabemos que só arranhamos a superfície com essas ações. É preciso fazer muito mais por esse setor, que ainda sofre um preconceito muito grande e injusto.

De qualquer forma, a pandemia do coronavírus reforçou para nós que a SeniorOnline, acima de qualquer coisa, sempre será uma ferramenta para dar voz às casas de repouso. Seja com o objetivo comercial, com o objetivo de diminuir o tabu em torno da decisão familiar em procurar um lar para o idoso ou com a simples e importante vontade de contribuir com o setor, a SeniorOnline estará presente, garantindo que as casas de repouso tenham, finalmente um parceiro em quem podem confiar!

Paula Gomes Loyola

Fundadora da SeniorOnline

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*