Atividades para fazer na Quarentena

Atividades para fazer na Quarentena
17 de julho de 2020 Senior Online

Saiba quais atividades podem ser realizadas com idosos durante a quarentena

Seja ler um livro, fazer pequenas caminhadas ou estar conectado, a recomendação é evitar que a televisão seja o único passatempo da terceira idade

Ficar em casa é, atualmente, uma realidade para boa parte dos brasileiros. Com a pandemia do novo coronavírus, a recomendação é de manter o isolamento, sobretudo da população que faz parte dos grupos de risco, como é o caso dos idosos. Sem poder sair para uma caminhada ou fazer as tarefas cotidianas, a terceira idade precisa de novas atividades para preencher o tempo ocioso, já que passar o dia assistindo televisão não é o recomendado. A boa notícia é que simples exercícios já são suficientes para movimentar o corpo, a mente e evitar a monotonia.

Retome um hobby antigo

Atividades manuais tem uma função no estímulo do cérebro. Além de causar a sensação de bem-estar e estimular o sistema nervoso, têm um grande poder para amenizar o risco de demência e efeitos do estresse. Por isso, caso o idoso tenha deixado de lado, esse é um bom momento para incentivar a retomada de alguns hobbies como artesanato, crochê, desenho ou pintura.

Leia um livro

Acrescentar ou aumentar esse simples hábito na rotina do idoso durante a quarentena pode fazer muita diferença. Com a prática da leitura, o cérebro será mais capacitado para exercer atividades que exigem mais concentração. Com isso, outros fatores como senso crítico e criatividade, também serão despertados.

Escute uma música

Quando ouvimos música, boa parte de nosso cérebro fica ativo. Por isso, ela tem um papel importante para melhorar nossa cognição geral, atuando como uma forte aliada contra a demência. Além disso, ela também ajuda na produção de endorfina, responsável pela sensação de bem-estar. Assim, seja por meio da vitrola, CDs ou serviços streaming, a dica é separar os artistas preferidos do idoso e fazer uma sessão de relaxamento do corpo e mente.

Caminhe pela casa

Pode parecer simples e pouca coisa, mas caminhar dentro de casa, fazendo o caminho do quarto, cozinha e banheiro algumas vezes ao dia, já é suficiente para não deixar os músculos todos parados. Claro, é importante sempre cuidar com as quedas e entender as limitações de mobilidade de cada idoso.

Faça cursos online

Para quem é conectado ou tem acesso aos meios digitais com auxílio da família, a dica é aproveitar o que a tecnologia oferece. Com o período de isolamento, cursos online de diferentes áreas foram abertos, como aulas de desenho da Faber-Castell, por exemplo. Além disso, uma série de espetáculos culturais também foram abertos virtualmente.